INFORMATIVOS

CULTO CELEBRA O DIA DO SEMINARISTA

 No dia 18 de agosto, Dia do Seminarista Wesleyano, a IMW Central de Petrópolis recebeu os alunso do CEFORTE - Pólo Petrópolis. Os seminarista do Curso Livre em Teologia, de Liderança e de Ministros de Louvor vieram acompanhados por seus familiares e foram recepcionados pelos pastores Vitor Claveland Secretário Geral de Administração da IMW, e Pr. Luis Fernando Hammes, Diretor do Ceforte Pólo Petrópolis e Secretário Regional de Educação Cristã, além de todo corpo docente, composto de 23 professores e professoras e diretoria do Ceforte, presentes em sua maioria.

O corpo discente deste pólo conta hoje com 115 alunos, sendo que 75 destes estão sendo preparados para serem pastores e missionárias e também para aprederem a ser verdadeiras ovelhas, esmerando-se em estudar Deus, a Bíblia e tudo o que ela ensina.

Pr. Vítor Claveland lembrou a todos que passou pelo Ceforte em diversas situaç~poes, como seminarista, como professor e como deão, além de atuar também lecionando nos pólos de Bangu e de Nilópolis. Já o Pr. Luis Fernando Hammes e toda a sua assesosoria, que inclui sua esposa Tânia Márcia da Fonseca Hammes, admistradora e tesoureia, têm elevado o nome e o conceito de ensino teológico na região através de um trabalho aplicado e de vanguarda, lançando mão de oportunidades inovadoras, inclusive para pessoas se prepararem para o melhor exercício de suas atribuições na casa de Deus, com as turmas dos cursos livres de Liderança e Ministério de Louvor.

O culto teve como pregador o professor de hebraico e grego do Pólo Petrópolis: Adriano Grijó. O professor declarou-se 'asperger', ou seja, um altista em grau mínimo e disse que o Seminário é um lugar para se aprender coisas para o resto da vida,que forma, inclusive, grande parte da personalidade e caráter do aluno aprendiz.

Delclarou que antes do seminário não conseguia falar em público, muito menos olho a olho. Sua mensagem baseada no Livro de 2 Reis 4:38-41 apontou através do texto ensinamentos relativo à escola de profetas, dentre eles, a inclinação e disposição de ser moldado, e o espírito de mansidão ao instruir.